Deputado Luiz Gonzaga afirma que governo do Acre deve milhões ao Hospital do Juruá

Publicado em 16/05/2018 - 09:58 | Por Redação

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (15), o deputado Luiz Gonzaga (PSDB) disse que os problemas enfrentados atualmente pelos pacientes do Hospital Regional do Juruá não são de responsabilidade da direção da unidade de saúde. Ele salientou que o governo do Estado deve milhões à direção do hospital, o que comprometeu, inclusive, a compra de equipamentos e remédios.

“Atacar as irmãs que administram o Hospital do Juruá é muito fácil, mas tem um porém, a responsabilidade não é delas, e sim do governo. A culpa é da Sesacre. Como é que as irmãs vão pagar os funcionários e os fornecedores se não estão recebendo o repasse do governo? O Estado deve milhões à direção daquele hospital. Mês passado obtive a informação de que pagaram somente a metade da verba. Falta tudo naquele hospital: equipamentos, remédios. Mas nós devemos acusar aqueles que são verdadeiramente responsáveis”, frisou o parlamentar.

O tucano também falou de uma agenda que cumpriu na Eletronorte. “Na última sexta-feira (11) estive na Eletronorte para tratar do Programa Luz Para Todos. Fui muito bem atendido pela direção daquela instituição e obtive boas informações. Me disseram que o programa foi prorrogado até o ano de 2022, e que a partir do verão eles vão começar a trabalhar. Isso é uma boa notícia para as famílias que residem na área rural e que precisam de energia em suas residências”, afirmou.

O oposicionista também falou sobre a construção do Linhão, que liga Rio Branco até Cruzeiro do Sul. “Essa obra era para ter sido concluída em janeiro de 2017 e até agora nada. Depois que a população de Cruzeiro do Sul passou por inúmeros problemas relacionados à falta de energia, e que o deputado federal Major Rocha contratou um advogado de Brasília para resolver o caso, a empresa responsável pela construção do Linhão decidiu agir. Se o contrato for assinado hoje, em primeiro de junho a construção do Linhão será iniciada. Teremos enfim uma energia mais barata, porque a energia gerada a óleo é a mais cara que existe”, complementou.

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.