Cheia do rio madeira pode dificultar a chegada de asfalto em Cruzeiro do Sul

Publicado em 12/01/2018 - 16:34 | Por Redação

 

O rio Madeira já marca 19 metros e 95 cm no Abunã e pode transbordar sobre a BR-364. Com a cheia, pode haver uma dificuldade na vinda de asfalto para prefeitura de Cruzeiro do Sul. Se a situação se agravar, a alternativa encontrada será trazer o produto de balsa. De acordo com o secretário municipal de obras, Joel Queiroz, devido a essa situação, é possível que aumentando o tempo de chegada em Cruzeiro do Sul. Enquanto isso, os serviços de tapa buraco continuarão com cimento e concreto até a chegada desse material na cidade.

As chuvas frequentes tem causado diversos danos nas ruas da cidade, o que tem causado reclamação de motoristas e moradores.

“O trabalho do inverno é um pouco mais complicado, e nós temos usado muito cimento com concreto para suprir essa necessidade. Hoje temos essa dificuldade devido a chuva, pois ao usar cimento temos que ter um pouco de precação, pois a chuva pode levar todo material. O prefeito estava negociando um asfalto com Manaus, mas ele terá que vir de balsa, devido a BR- 364 correr o risco de ser bloqueada nesta semana. Enquanto o asfalto não chega nós vamos fazer esse trabalho paliativo”, explicou.

O secretário explicou que em 2017 foi usado mais de meia tonelada de asfalto. Segundo ele o projeto da Gestão Municipal é realizar recapeamento nas principais ruas.

“Investir em recapeamento é muito melhor do que investir em tapa buracos. Temos que tapar buracos devido ter que fluir, as pessoas tem que andar, mas o recapeamento leva muito mais condições. O tapa buracos com cimento tem se mostrado eficiente com o tempo seco”, relatou.

O secretário complementou que outro projeto da prefeitura é fazer o melhoramento de calçadas.

fonte:Juruáonline

Veja também

Comentários