Líder do PT desconfia que OAB/AC tentou inviabilizar candidatura de Marcus Viana ao governo por meio de documento

Publicado em 14/11/2017 - 10:25 | Por Redação

 

O chamado Termo de Compromisso de Candidato criado pela OAB nas eleições municipais de 2016 teria sido uma estratégia encontrada pela entidade para inviabilizar a candidatura de Marcus Viana (PT) ao governo do Acre em 2018. Foi o que disse na sessão desta terça-feira, 14, o líder do PT na Câmara de Vereadores de Rio Branco, Rodrigo Forneck.

“Naquele momento a população já dizia que o Marcus, eleito prefeito, seria um excelente candidato a governador. E a gente com a aquele clima, apareceu de uma hora pra outra esse termo de compromisso como uma boa estratégia de tentar inviabilizar esse momento de agora. É uma articulação que pode ser a OAB”, afirmou Forneck.

O Termo de Compromisso foi assinado por todos os candidatos majoritários durante as eleições municipais passadas. No item seis, o candidato se comprometia “em respeitar o mandato recebido nas urnas, não abdicando do cargo para o qual concorreu e foi eleito, para assumir cargo de confiança junto ao Poder Executivo”.

Marcus Viana, que se reelegeu prefeito, não cumpriu o que assinou, disse o líder da oposição, vereador Roberto Duarte (PMDB), que também é advogado.

“Se o cidadão não cumpre nem com o que ele assina quiçá com a sua palavra”, lembrou Duarte.

fonte:ac24horas

Veja também

Comentários