Bancada de deputados federais do Acre ainda não se manifestou sobre reforma da previdência

Publicado em 04/12/2017 - 17:41 | Por Redação

Movimentos sociais e centrais sindicais marcaram para 5 de dezembro uma greve geral em protesto contra a reforma 

Essa semana será decisiva para o presidente Michel Temer aprovar ou não, em primeiro turno, a reforma da previdência na Câmara dos Deputados, em Brasília. A reforma será o principal tema em debate, na fase final de trabalhos este ano.

Enquanto os aliados do governo, favoráveis à aprovação da reforma neste ano, continuam insistindo no convencimento dos deputados para votar a favor da reforma, os contrários à proposta atuam em caminho diverso.

Câmara Federal/Foto: reprodução

O governo precisa de 308 votos para aprovação da PEC 28/2016 que altera as regras do sistema previdenciário. A bancada de deputados federais do Estado do Acre ainda não se manifestou com relação ao assunto, nem os que são governistas: Jéssica Sales e Flaviano Melo (ambos do PMDB); nem os que vem mantendo posição independente: Major Rocha (PSDB) e Alan Rick (DEM).

Também não se manifestaram os deputados Léo de Brito (PT), César Messias (PSB) e Moises Diniz (PCdoB), mas estes devem votar contra o presidente Michel Temer.

O resultado de um levantamento feito durante toda semana passada do número de deputados que devem votar com o governo foi mostrado em jantar ontem à noite, ao presidente da República, Michel Temer, e ministros envolvidos na aprovação da reforma.

fonte:contilnet

Veja também

Comentários